Moda Sem Crise — Página 6 de 22 — A tendência é ser você!
24 • março • 2017

Upcycling: Marca paulistana propõe transformação de peças de bike em moda


MODA – São Paulo está entre as cidades brasileiras em que mais cresce nas ruas o número de bicicletas. E foi neste mesmo cenário que um trio de amigos apaixonados por mobilidade e arte urbana se juntaram para transformar peças de bicicletas que seriam descartadas em acessórios de moda. Seguindo o conceito upcycling, que propõe a ressignificação de resíduos, tornando-os novas peças, Camila Cardoso, Emiliano Martins e Luciana Souza, decidiram criar  a Biciclagem. Uma marca de pulseiras, brincos, chaveiros e colares. Continue lendo


22 • março • 2017

Compra amarga


MESA CORRIDA – Eu escolhia jiló na banca do mercadinho quando duas mulheres de uns 70 anos pararam ao meu lado para comprar abobrinhas. Pela conversa, parecia que se encontraram ali por acaso, depois de um longo tempo sem se verem. E diante dos legumes, resolveram colocar o papo em dia. Durante os mais ou menos quatro minutos em que permaneci por perto, o assunto só envolvia infortúnios: a morte do marido da fulana, o casamento fracassado do sicrano, a doença de uma delas. Continue lendo


20 • março • 2017

Moda Plus Size Masculina: Agora é que são eles?


MODA – A moda brasileira tem passado por significativas transformações. Um bom exemplo disso é o segmento Plus Size, que mesmo em meio à crise econômica, tem crescido cerca de 6% ao ano e movimentado R$ 5 bilhões, de acordo com dados da Associação Brasileira do Vestuário (Abravest). É sábio dizer que ainda há muito a avançar? Sim. Mas são muitas as conquistas. E o último fim de semana (18 e 19 de março) provou isso.

Enquanto o Fashion Weekend Plus Size (FWPS) – apresentou as tendências de moda para o Outono/Inverno 2017 para a imprensa e convidados – o Pop Plus – bazar com quatro edições anuais que têm contribuído para o fomento de pequenas e médias marcas – recebeu seus consumidores com novidades, principalmente para o público masculino. O que se vê é uma moda feminina plus size que se consolida e ganha território. E a moda masculina que começa a dar sinais vitais. Continue lendo


18 • março • 2017

Projeto Top Five: Green Co. desfila moda limpa na SPFWn43


MODA – Descolada e engajada, a Green Co., fundada em 2006 pelo engenheiro ambiental Cassius Pereira, estreou ontem na São Paulo Fashion Week, número 43. O evento aconteceu entre 13 e 17, na Bienal do Ibirapuera na zona sul de São Paulo. A marca que investe em uma produção limpa, fazendo uso de matérias-primas orgânicas e recicláveis, desfilou sua revolução em um desfile coletivo de marcas acolhidas pelo Projeto Top Five. O programa é resultado da parceria entre o Sebrae e o Instituto Nacional de Moda e Design (In-Mod). E confirma a força dos pequenos negócios no mundo da moda, onde representam 94% de todas as empresas da cadeia produtiva.

projeto-top-five-green-co-desfila-moda-limpa-na-spfwn43

Green Co. – Fotos: Zé Takahashi / FOTOSITE

Continue lendo


18 • março • 2017

SPFWn43 termina com debate sobre moda e resistência à indústria tradicional


COMPORTAMENTO – A 43ª edição da São Paulo Fashion Week terminou na noite de ontem. O evento desde o último dia 13 recebeu nomes da indústria da moda brasileira. Ao todo 31 marcas passaram pelas passarelas -dentro e de fora do – Pavilhão da Bienal do Ibirapuera, zona sul da Capital paulista. Com o tema “In-Pactos, a edição Inverno 2017 colocou em pauta os desafios de um mundo em transição, uma delas inclusive bastante relacionada ao consumo. See now, bay now. Veja agora, compre agora. É o que vem propondo o novo modelo de negócio da maior semana de moda da América Latina. Segundo Paulo Borges, diretor criativo e idealizador da SPFW, os desfiles, hoje mais importantes do que nunca, além servirem como canal para propagação de conteúdo e informação, servem  como “ ferramenta de comunicação poderosíssima para gerar desejo e recall imediato da marca”.

Durante o evento, consumidores, influenciadores e profissionais da moda e da imprensa ávidos por novidades, circularam pelo ambiente que incentivou a compra, o descarte e a substituição: ciclo comum desta indústria. No entanto, no último dia da SPFW quem circulou pelo prédio da Bienal foi convidado a pensar e refletir sobre modelos de negócios de produção e consumo de moda e sobre padrões estéticos. Neste caso o incetivo era para: RESISTIR. Continue lendo


16 • março • 2017

Quatro cursos com destino ao futuro da moda


NEGÓCIOS DE MODA – Pouco se sabe sobre o futuro da indústria da moda. Mas que ela está passando por uma das mais profundas transformações, quanto a isso não há dúvida. Estar preparado para a revolução que levará a moda como a conhecemos hoje, a outro patamar, o que aliás, envolve entre outras coisas, novos nichos de exigentes consumidores, demandas tecnológicas, tendências de produção, consumo e negócios é o caminho para fazer parte do desconhecido cenário que começa se formatar. Um caminho para ficar por dentro desses assuntos, são os cursos livres e de extensão que estão surgindo para atender a essa demanda. Separamos alguns. Veja. : ) Continue lendo


15 • março • 2017

Que tipo de consumidor de moda é você?


COMPORTAMENTO – Em 15 de março de 1962, o então presidente dos Estados Unidos, John Kenndedy fez um discurso sobre os direitos dos consumidores que impactou todo o mundo. Sua fala, “All of us are consumers“, em português, “Todos nós somos consumidores“, entrou para a história como marco fundamental para o surgimento dos direitos dos consumidores. No entanto, a data só foi validada 23 anos mais tarde. Tudo isso se passou durante a 3ª Revolução Industrial. Período em que o mundo viu emergir, entre outras coisas, as principais invenções tecnológicas, como robôs, satélites, computadores e celulares. Os direitos dos consumidores estavam garantidos – o que é legítimo e não está em questão. Mas essa época marca as transformações do modelo de consumo, tal qual o conhecemos hoje. Forte e poderoso, o consumo cada vez mais exagerado tem feito vítimas e devastado o planeta. Portanto, neste Dia Mundial do Consumidor, além de celebrar a conquista por direitos, vale também pensar e repensar em todas as atitudes de consumo. E fica o convite à reflexão: Que tipo de consumidor é você?  Continue lendo


14 • março • 2017

A batalha por um ideal de corpo


COMPORTAMENTO – Para além das questões da moda, é preciso refletir sobre o tipo de corpo que é admirado atualmente e quais são seus atributos. Da televisão às bancas de jornais, é fácil descobrir o que se deve desejar: as medidas, as formas e como consegui-las. E o corpo magro é o objetivo a ser conquistado, a perda de peso significando comprovação de força de vontade. A obesidade deixou de ser problema de saúde, pelas doenças que pode provocar, e se tornou defeito, prova de baixa autoestima, vontade fraca. O peso, ou melhor, o excesso dele define quem o carrega.

Continue lendo


13 • março • 2017

Conheça dois cursos de moda pautados pela sustentabilidade


NEGÓCIOS DE MODA – Costurar está sempre na moda. A internet tem espalhado informação e, como porta de entrada para quem quer aprender costurar, tem atraído pessoas interessadas no ofício. Em dezembro de 2016 listamos aqui dez canais do Youtube cheios de vídeos feitos para ensinar quem quer entrar na onda do “faça você mesmo” e colocar a mão na massa. Mas para quem se dispõe encarar não só a máquina, mas uma professora cara a cara com o objetivo de costurar e criar, há cursos bem legais em São Paulo ministrados por estilistas que oferecem uma experiência bastante dinâmica. Em um ambiente um mais exclusivo. O resultado para quem opta por esse caminho é satisfação que enche o coração tanto de quem ensina, quanto de quem aprende a arte de costurar. Continue lendo


08 • março • 2017

Braço de merendeira


MESA CORRIDA – Posávamos para uma foto em grupo, quando uma das amigas disse firme para quem fotografava: “cuidado para eu não aparecer com braço de merendeira”. Mais que depressa, uma outra reforçou: “ah, é! Por favor!”. A partir daí, os segundos do clique viraram minutos, até que o display da câmera digital apresentasse uma imagem digna de ser postada na rede, ou seja, moças sem braços de merendeiras. “Braço de merendeira?”, era a primeira vez que eu escutava a expressão e minha pergunta teve resposta sussurrada entre os dentes: “é um braço gordo”.

Continue lendo


Posts antigos Posts recentes

• Instagram •

Follow @modasemcrise

Moda Sem Crise • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Logotipo por Marina Takeda • Desenvolvido por Responsivo por

Newsletter

Receba no seu e-mail as atualizações do Moda Sem Crise! É só assinar aqui: