19 • setembro • 2018

Por que ler as etiquetas das roupas é tão importante?


A pele é o maior órgão do corpo humano. Essa informação já seria o bastante para dizer que é de extrema importância que o consumidor leia as etiquetas das roupas que veste. Já parou para pensar que esse órgão fica exposto o tempo todo às peças escolhidas para o cobrir? E estar atento às etiquetas é relevante tanto para a saúde, quanto  para a durabilidade delas.

Sobre a saúde vale ressaltar que, segundo o médico Marcello Bossois, coordenador técnico do projeto social Brasil Sem Alergia, existem alguns fatores na vestimenta que podem desencadear alergias dermatológica e até respiratória. Ele explica que tecidos sintéticos como lycra e poliéster, de forma geral, causam mais alergia do que fibras naturais como o algodão.

EM ROUPAS OU TECIDOS INDICAÇÃO DE FIBRAS TÊXTEIS É UM DIREITO DO CONSUMIDOR GARANTIDO POR LEI

No entanto, nem mesmo as peças 100% algodão estão isentas. Os que crescem em plantações pulverizadas por produtos químicos – pesticidas e substâncias produzidas para acelerar o processo de plantio e colheita para atender a indústria têxtil – segundo especialistas, podem causar sérios dados à saúde.

Uma cartilha do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) também destaca essa e outras questões. Para que o cliente final possa escolher por fibra A ou B é necessário que essa informação esteja na etiqueta, direito previsto na lei. No Brasil, desde 1977, informar a composição têxtil é obrigatório por força de lei.

Os cuidados com a peça também devem ser indicados

Já sobre o cuidado com as roupas, não prestar atenção na etiqueta e estragar uma peça ao utilizar a máquina de lavar é algo mais frequente do que se imagina. Ignoradas por muitos, as informações nas etiquetas trazem dicas de como conversar as peças por mais tempo. Geralmente, as roupas trazem informações, na seguinte ordem, sobre:

1- Lavagem: temperatura, enxágue, centrifugação ou se a peça precisa ser lavada a mão;
2- Alvejante: se é indicado ou não o uso de cloro;
3- Secagem: natural (em varal), em tambor (na secadora de roupas) ou outra indicação;
4- Passadoria: se a roupa pode ser passada e qual a temperatura ideal;
5- Limpeza a seco: isso quer dizer que você precisa da ajuda profissional de uma lavanderia.

Ainda tem dúvidas relacionadas aos símbolos? A especialista em cuidados têxteis da 5àsec, Marinês Cassiano, explica abaixo o que cada um deles significa. Assim, tanto você quando for lavar as peças em casa quanto a equipe profissional de uma lavanderia sabem qual melhor processo para limpar e conservar o item da forma correta.




Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

• Instagram •

Follow @modasemcrise

Moda Sem Crise • todos os direitos reservados © 2018 • Logotipo por Marina Takeda • Desenvolvido por Iunique • Studio Criativo

Newsletter

Receba no seu e-mail as atualizações do Moda Sem Crise! É só assinar aqui: