02 • dezembro • 2016

Dez livros sobre moda lançados (e relançados) em 2016


TOP 10 LIVROS – O Moda Sem Crise preparou uma lista com dez livros publicados durante o ano de 2016. Alguns são inéditos, como é o caso de “Moda Com Propósito – Manifesto Pela Grande Virada” de André Carvalhal. Outros chegam às estantes das livrarias como uma nova roupagem e edição, exemplo disso é a coletânea de Alessandra Farah “101 filmes para quem ama moda”, publicado originalmente em dezembro de 2014. Selecionamos títulos que refletem os rumos do futuro da moda, para interessados em conhecer ícones da indústria da moda, sobre questões mais técnicas e sobre comportamento. Já escolheu o que quer ganhar de presente do amigo secreto? Vai curtir as férias de fim de ano e quer colocar a leitura em dia? Confira nossa lista. Inspire-se. E boa leitura!

carvalhal-dez-livros-sobre-moda-lançados-e-relançados-em-2016Em um mundo cada vez mais conectado, a moda ganhou força e conquistou espaço na vida das pessoas. Agora estamos cheios de produtos e sempre queremos mais. Nos últimos anos, porém, essa ansiedade gerada pelo consumismo tem deixado a sociedade e o meio ambiente esgotados, e a promessa de que a compra traz felicidade claramente não vale mais. No entanto, muitas marcas continuam buscando o lucro através da compra desenfreada. Questionador como sempre, André Carvalhal reflete sobre essas contradições para apresentar aquilo que deveria nortear todas as marcas da atualidade: o fazer com propósito. Mirando muito além da venda e do marketing, ele nos mostra como é necessário entender certos valores ― como sustentabilidade, comércio justo, consciência social e cultural ― para ser capaz de inovar e empreender com sucesso. Assim como é preciso aprender a viver com menos, pensar nas consequências de se buscar sempre o mais barato e refletir no impacto social de cada ação — e isso vale também para os consumidores. Afinal, com informações atualizadas a cada segundo, não basta simplesmente trabalhar por dinheiro. É preciso, acima de tudo, buscar esse novo olhar, para se viver e conquistar com propósito.
bookdemoda-dez-livros-sobre-moda-lançados-e-relançados-em-2016O trabalho do estilista ou designer de moda requer muita criatividade, afinal, é preciso uma grande dose de inspiração para se criar peças e coleções cheias de estilo e harmonia. Porém, o grande desafio muitas vezes é a dificuldade de organizar e estruturar todo esse ímpeto criativo. Com o intuito de atender a essa necessidade, o Senac São Paulo traz ao mercado Book de moda com InDesign, Photoshop e Illustrator CC. Neste livro, a autora Elá Camarena compartilha suas experiências e métodos para utilizar os programas do pacote Adobe CC e construir um book de moda completo para uma coleção de vestuário. Abrangendo desde as etapas mais subjetivas do processo – como a definição do público-alvo, do tema, das cores e das harmonias da coleção – até as questões mais práticas e objetivas – como a escolha dos tipos de desenhos e dos formatos e a encadernação do book -, o livro está estruturado de maneira didática, apresentando exercícios que podem ser executados com o auxílio de arquivos disponibilizados on-line.

os-agentes-sociais-dez-livros-sobre-moda-lançados-e-relançados-em-2016Está diretamente ligado a todos nós no dia a dia, seja como usuários diretos, seja como indiretos. Ocorre que seu processo de desenvolvimento é complexo, e muitas vezes desconhecido por aqueles que nele estão envolvidos − tanto os que atuam como legitimadores quanto os seus usuários. A atuação do designer normalmente é vinculada apenas ao processo criativo, mesmo quando levado em consideração o fato de que seu trabalho depende de informações provenientes de uma estrutura mais ampla e complexa, que envolve a necessidade de conhecimento sobre materiais, processos de fabricação e distribuição, e processos de uso e de consumo. Entretanto, o entendimento de que a estrutura dessa cadeia produtiva é mais complexa, composta por diferentes agentes sociais, leva a pensar que o designer é somente mais um profissional, cuja prática influencia, mas também é influenciada por tantos outros agentes sociais pertencentes ao campo; desta forma, o processo criativo se revela uma atividade coletiva que envolve vários agentes. Propõe-se, então, neste livro apresentar o modo pelo qual se estabelece a relação, direta ou indireta, com todos aqueles envolvidos na cadeia têxtil, para identificar como essas relações interferem no processo criativo, tradicionalmente associado apenas à intencionalidade e aos méritos do designer.

quarta-revolucao-dez-livros-sobre-moda-lançados-e-relançados-em-2016Segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), a indústria têxtil e de confecção sempre esteve classificada entre as indústrias de baixa intensidade tecnológica. O estudo prospectivo, entretanto, identificou diferentes iniciativas de desenvolvimento tecnológico as quais sugerem que, em futuro próximo, essa indústria adotará princípios de uma indústria 4.0, intensificando, substancialmente, a aplicação de ciência e tecnologia em todas as atividades de sua cadeia de valor. Neste trabalho, argumentamos que o aumento do emprego de novos materiais, processos, canais comerciais, técnicas de gestão e a hibridização de produtos e serviços possivelmente transformarão a estrutura industrial do setor. Inéditas tecnologias de produção e interfaces entre consumidores e sistemas de produção deverão estimular o desenvolvimento de novos modelos de negócio. Pequenas empresas dominadas por grandes varejistas poderão explorar seus próprios canais com seus clientes. Minifábricas automatizadas, modulares, móveis e sustentáveis funcionarão acopladas a sistemas de virtualização da criação e da produção. A multiplicidade de produtos com tecnologias vestíveis e emprego de biotecnologias e de modernos materiais poderá ampliar a demanda por têxteis inteligentes e funcionais, aumentando exponencialmente a diversidade e a intensidade tecnológica de fios, tecidos, aviamentos e produtos auxiliares exigidos para atender novas necessidades de consumo. Os efeitos a montante da disseminação de fábricas com princípios da Industria 4.0 serão capazes de impulsionar a demanda qualitativa pelo desenvolvimento cientifico e tecnológico no setor. Uma nova estrutura industrial poderá surgir em níveis locais e regionais. Estas são as perspectivas que deverão se disseminar ate 2030. Disponível para download gratuito no site da editora (clique aqui).

alefarah-dez-livros-sobre-moda-lançados-e-relançados-em-2016No livro 101 Filmes para quem ama moda, Alexandra Farah faz um importante levantamento  – são mais de 100  títulos estudados durante meses, pela autora e pesquisadores.“O figurinista não se propõe a lançar moda. Ele usa a moda para marcar a personalidade da personagem que ele está vestindo. Só que, às vezes, essa roupa, ou todo um guarda-roupa, são tão envolventes que fazem com que o público se apaixone pela imagem e se identifique com o ator ou com a atriz, querendo então vestir o que eles vestem e viver a história que eles estão vivendo. Bons filmes e bons figurinistas conseguem essa mágica. Aqui, 101 bons exemplos deste encantamento.” Glória Kalil

viviane-dez-livros-sobre-moda-lançados-e-relançados-em-2016A grande dama da moda inglesa, Vivienne Westwood, está longe de se assemelhar a uma pacata senhora britânica, com seus cabelos coloridos e criações de alta-costura que, desde os anos 1970, parecem reproduzir à risca o que se usa nas ruas. Em sua autobiografia, Vivienne Westwood, que assina junto com o jornalista Ian Kelly, ela narra suas memórias pessoais, os eventos, personagens e ideias que moldaram uma vida extraordinária. A biografia traça a trajetória de Vivienne desde sua infância ao lado de um casal de irmãos na região de Devonshire. Nascida em 1941, ela se mudou para Londres com a família 17 anos depois. O primeiro e rápido casamento com um empresário de bandas de rock como o The Who rendeu-lhe o filho mais velho, Ben, e o sobrenome que usa até hoje. O segundo filho, Joe, nasceu da longa relação com Malcom McLaren, produtor da banda Sex Pistols e uma das figuras mais influentes da cultura punk. Ao lado de McLaren, Vivienne teve sua primeira loja, cujas roupas encantavam músicos e artistas que vestiam suas extravagantes criações.

dez-livros-sobre-moda-lançados-e-relançados-em-2016-gillesO leve invadiu nossa rotina e transformou nosso imaginário, tornando-se um valor e um ideal. Na sociedade pós-moderna, o elogio à magreza e a consagração do bem-estar triunfam. O mundo virtual, os dispositivos móveis, os nanomateriais estão mudando nosso dia a dia. Do mesmo modo, a cultura midiática, a arte, o design, a moda e a arquitetura exprimem o culto contemporâneo à leveza. Por todos os lados, a ordem é conectar, miniaturizar, desmaterializar. Na contramão dessa tendência, contudo, a vida cotidiana parece cada vez mais pesada e difícil de suportar; ironicamente, é essa leveza que alimenta a sensação de peso. Os imperativos de uma vida mais leve – dietas, desintoxicações, desaceleração, alívio do estresse, busca do zen – vêm acompanhados por demandas exigentes, com efeitos exaustivos e desgastantes, por vezes deprimentes. Às utopias do desejo sucederam as expectativas de leveza do corpo e do espírito, de uma vida cotidiana menos estressante, de um presente menos pesado de carregar: viver melhor não se separa mais da leveza de ser.

moda-musica-sentimento-dez-livros-sobre-moda-lançados-e-relançados-em-2016O livro apresenta o universo identitário de distintas manifestações culturais marcadas pela relação entre gênero musical e indumentária. Neste contexto, aspectos históricos, étnicos e comportamentais característicos de determinadas expressões artísticas fundem-se em uma visão complementar sobre algumas práticas em diferentes territórios. A moda é abordada por uma significação ampla, traduzida através de diferentes linguagens indumentárias. A música atua como instrumento catalizador de ações socioculturais, vinculada a períodos históricos e regionalismos. Com uma abordagem apoiada na construção cultural como reflexo de emoções, relações sociais e pessoais, o livro apresenta algumas perspectivas sobre o tema através do contributo de diversos autores.

dez-livros-sobre-moda-lançados-e-relançados-em-2016Diane von Furstenberg reflete sobre a extraordinária jornada de sua vida, numa história que inspirará otimismo e confiança em todos. Depois de explorar suas raízes na Bélgica como filha de um sobrevivente do Holocausto, ela narra suas glamourosas viagens pela Europa como jovem princesa do jet-set, e evoca a liberdade da Nova York dos anos 1970. Ela conta tudo que aprendeu sobre amor, beleza e o processo de envelhecimento durante essa caminhada. Diane relembra no livro as três fases de sua vida de empresária, as quais ela chama de o Sonho Americano, a Volta Triunfal e a Nova Era, fase atual de sua vida, na qual ela trabalha para solidificar seus esforços profissionais e filantrópicos de modo a deixar um legado perene. Ler este livro é como ter uma conversa íntima com um ícone atual que generosamente compartilha conosco sua sabedoria e seu jeito de levar a vida.

dez-livros-sobre-moda-lançados-e-relançados-em-2016Sendo uma obra coletiva com contributos diversificados, este livro destina-se a empreendedores, gestores e profissionais do mundo da moda. Uma das dimensões mais visíveis e importantes deste negócio é o tempo, cujo ritmo se gere a partir da sucessão contínua de coleções e propostas. A dimensão espacial do universo da moda assume, neste sentido, um relevo particular, uma vez que é nos espaços físicos e geográficos que se apresentam ao mercado as coleções, as propostas e as grandes inovações. Na concepção de um negócio desta natureza há espaços distintos que são considerados pelo empresário ou gestor e, a partir daí, decorrem decisões fundamentais sobre a sua localização em determinadas zonas geográficas, a criação de conceitos, de layouts de lojas e de sites, bem como formas de estar nas redes sociais. Este livro recolhe, assim, algumas reflexões sobre espaços de moda físicos e geográficos, ilustrando as tendências atuais de um negócio sempre em franca expansão.

*Todos os valores sugeridos na matéria estão sujeitos a alterações

LEIA TAMBÉM

ANDRÉ CARVALHAL: A RESSIGNIFICAÇÃO E O PROPÓSITO DA MODA

FLÁVIO BRUNO: A 4ª REVOLUÇÃO INDUSTRIAL ESTÁ AÍ

____

Curtiu este conteúdo? Quer ver mais? Siga o Moda Sem Crise no Facebook. Basta clicar no link cor de rosa, curtir a fanpage, seguir e interagir, e pronto, você  ficará por dentro de todas as novidades e publicações. Te esperamos!




Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

• Instagram •

Follow @modasemcrise

Moda Sem Crise • todos os direitos reservados © 2018 • Logotipo por Marina Takeda • Desenvolvido por Iunique • Studio Criativo

Newsletter

Receba no seu e-mail as atualizações do Moda Sem Crise! É só assinar aqui: