Cinco anos: Pop Plus chega a 19ª edição celebrando e transformando vidas — Moda Sem Crise
07 • dezembro • 2017

Cinco anos: Pop Plus chega a 19ª edição celebrando e transformando vidas


Em dezembro de 2012, a bancária Renata Zupelari sequer sonhava que um dia descobriria um bazar realizado ali – bem ao lado de sua casa – e totalmente dedicado ao comércio de peças plus size. Nesta mesma época, a jornalista Flávia Durante colocava pela primeira vez em prática o projeto que viria a se tornar uma dos mais relevantes eventos de moda do Brasil: o Pop Plus – um bazar que desde então tem fomentado aqui na Capital paulista a moda que veste de fato corpos gordos e que sem sombra de dúvida tem transformado as vidas de Renatas, Flávias e tantas outras pessoas que usam roupas com numeração acima do 46. Dias 9 e 10 de dezembro, acontece a 19ª edição do evento em clima de festa, já que o bazar completa cinco anos de existência esse mês.

E foi exatamente há um ano que uma busca na internet colocou Renata diante de um novo cenário. “Me lembro que soube do evento por acaso. Estava procurando calça flare, porque gosto muito de boca de sino, sempre gostei, e fui parar em um blog. E lá estava escrito que alguém participaria do bazar tal dia. E falei: tal dia é amanhã. Olhei e ia ser no Club Homs. Do lado de casa. Foi uma coisa tão curiosa, porque nunca imaginei que um dia existiria um bazar de roupas plus size, sabe?!”, relembrou.

Segundo ela, era ainda manhã de sábado quando decidiu entrar no prédio número 735 da Avenida Paulista. “Cheguei bem no começo e acabei pegando a galera terminando de arrumar as coisas. Pude caminhar sem aquele monte de gente. E eu achei demais, porque isso sempre foi algo que me incomodou. É muito louco como a moda pode segregar e ela sempre segregou. Mesmo quando eu era bem mais magra, sempre tive um corpo maior, mais gostosona assim, então, ia procurar uma calça sempre tinha que procurar por números maiores e isso é tão constrangedor. Não achar roupa te deixa pra baixo. E quando entrei ali e vi tantas coisas maravilhosas. Roupas realmente bonitas. Sutiãs, calcinhas, tudo muito sexy, maiôs, camisetas, enfim, toda essa variedade, para mim foi assim uma importante descoberta.”

pop-plus-chega-a19-edicao-celebrando-e-transformando-vidas

Linda e estilosa: Renata Zupelari, 36 anos, em uma de suas viagens pelo mundo – Foto: Arquivo Pessoal

Renata conta que até então comprava roupas em e-commerce – lojas virtuais. Comprar peças em um ambiente físico, conversando com as pessoas, pedindo por seu número a fez se sentir à vontade. “No começo fiquei um pouco envergonhada, mas depois vi as meninas e elas estavam super felizes e andavam de biquíni. Eu as olhava e pensava: nossa que bacana, que coragem, e que lindo. Fiquei muito feliz.”

Entre as aquisições da primeira vez que esteve no Pop Plus, um par de brincos coloridos que Renata explica, era sinônimo de atitude e empoderamento. “Me lembro que disse: olha esse aqui vou levar porque estou tentando e isso aqui eu vou buscar”, conta. E foi. Experimentar o bazar a encorajou e a empoderou. De lá pra cá entrar em uma loja de departamento, totalmente dedicada ou não no público plus size, tem tido um novo sentido.

“Outro dia estive num shopping, entrei em uma loja e foi a primeira vez que perguntei: onde é a seção plus size?. E achei bacana meu questionamento. Foi tão natural. Foi como realmente deveria ser. Mais uma seção dentro de uma loja. Então, isso foi bonito para mim. Interessante como essas coisas marcam, porque até conversei sobre isso na terapia. E eu falei nossa, que incrível, nunca faria isso, sempre tive muita vergonha depois que engordei bastante. Até hoje a gente tem aqueles grilos, mas acho que melhorei muito. E isso me fez descobrir uma beleza que não conseguia ver. Porque a gente tende a querer voltar ser uma coisa que um dia foi. E você também não é mais aquela pessoa. Então acho até engraçado, foi uma coisa tão ao acaso que eu descobri e não sabia, mas me ajudou neste sentido, de me sentir incluída e dentro da moda”, afirma.

pop-plus-chega-a19-edicao-celebrando-e-transformando-vidas

Clube da Meia Calça – Foto: Andrés Costa

Neste fim de semana o Pop Plus certamente renderá outras tantas histórias como a de Renata. O evento que entre outras coisas promove descobertas e redescobertas ao mexer com o profundo de clientes de diferentes estilos, apresenta nesta edição as tendências do segmento para o verão.

A feira, que dessa vez estará soprando velinhas, tem muito para comemorar. Se em dezembro de 2012, quando começou, eram oito marcas, e cerca de 120 visitantes, em dezembro, ao completar 5 anos, conta com 50 marcas expositoras de moda feminina e masculina, incluindo praia, íntima e fitness, calçados e acessórios (bolsas, cintos, bijuterias) e espera receber 12 mil pessoas (20% a mais que a última edição, em setembro/17). Vale ressaltar que na Pop Plus é possível encontrar moda plus size de fato: do 46 ao 66 no feminino e até o 78 no masculino.

pop-plus-chega-a19-edicao-celebrando-e-transformando-vidas

Flaminga está entre as marcas desta edição do Pop Plus – Foto: Estúdio Flaminga

Para Flávia Durante, criadora do Pop Plus, esse sucesso acontece porque “o público plus size não quer ser visto como coitadinho ou exótico, mas sim como um consumidor que merece respeito e informação de moda, como qualquer outro. E nós, pequenos e microempreendedores, fazemos um trabalho sério, amamos o mundo fashion e movimentamos a economia do país em tempos de crise”. Ainda de acordo com Flávia, “as tendências de verão na moda plus size e na regular hoje em dia são as mesmas! E o Pop Plus é um dos eventos responsáveis por inserir a mulher gorda nesse universo e fomentar a moda plus size autoral no Brasil”.

pop-plus-chega-a19-edicao-celebrando-e-transformando-vidas

Flávia Durante a criadora do Pop Plus – Foto: Robson Leandro

Para a edição de aniversário, a organização privilegiou as marcas que já estão no evento há bastante tempo, e abriu espaço só para uma estreante: Taty Tá Lokaa, fabricante de leggings descoladas. Flávia sente muito orgulho quando faz um balanço desses cinco anos e lembra que viu muitas mulheres gordas deixarem de se enxergarem como um problema, passando a se amar e a encontrar sua identidade na moda. “Se antes tinham receio até de mostrar os braços, hoje pedem modelagens ousadas e estampas nada discretas”, comemora a empreendedora.

Confira quais são as marcas desta edição

MODA FEMININA: Ackon Wear, Asobi Mode Japan, Assens, Atelier Cretismo, Attribute Jeans, Belle Rose Plus Size, Carol Zacarias PlusSize, Clamarroca Plus, Chica Bolacha, Creare, FALA, Flaminga, Gracia Alonso, LAB, Lambuzada, Lólla Rio, Lu Carmell, Madee Moda Plus, Madeleines, Maria Abacaxita, Melinde, NaBeca Tamanhos Reais, Nina Vazquez Moda e Estilo, Psil Plus Size, Rainha Nagô, Rouge Marie Plus Size, Scarlets, Taty Tá Lokaa, Titha Plus Size, True E-motion, Vestgrande, Vintage&Cats, We Love Atelier, Zuya.

MODA MASCULINA: Ackon Men’s Wear, Afro Style, Chico, LAB, Lambuzada, Vestgrande.

CALÇADOS E ACESSÓRIOS: Clube da Meia Calça, Fofura Plus, Mary Help, Paula Ribeiro Bolsas, Sandalú Sapatilhas.

MODA PRAIA/FITNESS: Bambina Beachwear, Cor de Jambo Moda Praia, Wonder Size.

LINGERIE/DORMIR: Basic 4 Curves, Cuecas Santo Homem, For All Types, GG.rie, JM Pijamas, Morisco Lingerie

GASTRONOMIA: Cupcake Ito, Mapuche Empanadas, Le Velmont Crepes

Serviço

19º Pop Plus

Data: 09 e 10 de dezembro (sábado e domingo)

Horário: das 12h às 20h

Local: Club Homs – Avenida Paulista, 735 – Jardim Paulista – São Paulo/SP (próximo ao Metrô Brigadeiro)

Entrada gratuita

____

Curtiu este conteúdo? Quer ver mais? Siga o Moda Sem Crise no Facebook. Basta clicar no link cor de rosa, curtir a fanpage, seguir, interagir, e pronto, você  ficará por dentro de todas as novidades e publicações. Te esperamos! 




Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

• Instagram •

Follow @modasemcrise

Moda Sem Crise • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Logotipo por Marina Takeda • Desenvolvido por Responsivo por

Newsletter

Receba no seu e-mail as atualizações do Moda Sem Crise! É só assinar aqui: