Empreendedora aposta em financiamento coletivo para fomentar marca — Moda Sem Crise
10 • novembro • 2017

Empreendedora aposta em financiamento coletivo para fomentar marca


O mundo está em constante mudança. O giro econômico não está mais concentrado nas grandes indústrias. E neste cenário o que não falta são ideias inspiradoras que fazem valer o desejo de quem as carrega e as coloca em prática com o objetivo de contribuir com as transformações que nos cercam. Proprietária da TheHang, uma marca de acessórios, que faz uso de resíduos em sua confecção, a empreendedora Mariana Mekbekian, 30 anos, está entre os jovens brasileiros que apostam na economia criativa e nos novos formatos de produção e consumo. Recentemente, a marca fechou parceria com a plataforma Benfeitoria e está promovendo uma campanha de financiamento coletivo. Uma tendência que cresce e tem fomentado o desenvolvimento de marcas e criadores. O objetivo é ampliar o negócio, além de produzir sob demanda.

Mariana conta que sua trajetória como empreendedora teve início em setembro de 2016 ao conhecer técnicas manuais do uso do couro. Determinada em fazer algo diferente, decidiu investir em sua marca no reuso de resíduos da indústria. “A ideia de trabalhar com os retalhos e peças de reaproveitamento surgiu quando aprendi o quanto dessa matéria-prima tão nobre era descartada, sem um destino adequado, pelas fábricas de calçados e bolsas aqui no Brasil.”

empreendedora-aposta-em-financiamento-coletivo-para-fomentar-marca

Mariana Mekbekian criou a TheHang há um ano e busca no financiamento coletivo uma forma de promover e aumentar seu negócio – Foto: Arquivo Pessoal

A designer tem razão. O setor calçadista brasileiro está entre os cinco maiores no ranking de produtores mundiais, de acordo com o Relatório LAFIS. E o couro é ainda a principal matéria-prima. Segundo Mariana, a indústria brasileira do couro gera anualmente 343 mil toneladas de resíduos por mês.

“Quando entendemos isso, acreditamos que dar um destino para todo esse couro que seria jogado fora é uma maneira de ajudar o meio ambiente. A partir desse conceito começamos a pensar em tudo o que poderíamos produzir com esses retalhos e apara.”

Seu processo de criação que torna esses resíduos em novos e modernos acessórios começa com a pesquisa de modelos e na busca por material. “Muitas vezes tenho que adaptar a ideia da peça ao estado em que compro o couro. Por isso, a modelagem ocupa uma boa parte do desenvolvimento de novos modelos. Depois de acertada, todo o processo de corte, costura e/ou montagem é feito por mim, no ateliê e escritório que divido com meu pai no Brás. Atualmente compro a matéria-prima em lojas que recebem esse couro da indústria e revendem por quilo. Mas quero firmar parcerias com marcas que usam o couro e trabalhar as sobras.”

empreendedora-aposta-em-financiamento-coletivo-para-fomentar-marca

TheHang: Objetivo é reduzir os impactos ambientais deixado pela indústria que usa o couro como matéria-prima – Foto: Divulgação

Embora divida o espaço físico com o negócio da família, Mariana afirma que um dos principais desafios é lidar com a solidão – coisa bastante comum no universo empreendedor. “Um dos meus primeiros desafios [ como empreendedora] é estar sozinha na maior parte do processo. Mas ressalto também que ouvir muitos ‘talvez’ até conseguir parceiros que acreditem no seu trabalho e lidar com um mercado super competitivo, mas cheio de gente incrível, também é super desafiador.”

Financiamento coletivo também dará subsídios para que empreendedora coloque em prática projeto social

E assim Mariana Mekbekian segue. Cheia de ideias e disposição. Os planos para 2018 são muitos. E para realizados, a designer espera atingir a meta de sua campanha, estipulada em R$ 5 mil, até 4 de dezembro, data em que o financiamento será encerrado. “Quero usar esse montante primeiro para investimento na marca, desenvolvimento de novos produtos e mercados. Mas também quero usar parte do lucro para montar oficinas gratuitas de pequenos acessórios com as ‘sobras das sobras’. E ainda uma linha que vai entrar no ano que vem na TheHang: broches e pequenas bijus feitas com os retalhos da nossa produção utilizando a técnica de Tagran – que consiste em juntar pequenos quadrados e triângulos para formar desenhos, assim utilizando quase 100% do couro que reaproveitamos em outros projetos”, conta.

empreendedora-aposta-em-financiamento-coletivo-para-fomentar-marca

Campanha de financiamento: Chaveiros clássicos e autorais da TheHang com até 30% de desconto – Foto: Divulgação

Hoje a empresa atua na confecção de chaveiros – seu carro-chefe – e carteiras e bolsas. Quem topar entrar na campanha de financiamento coletivo, segundo a empreendedora, leva um chaveiro clássico da marca: com um porta moedas e um porta fone de ouvidos. Os valores já estão pré-estabelecidos, sendo o valor original da peça, com desconto que varia entre 25% e 30% dependendo da época de adesão. Isso porque, o desconto de 30% só é válido para os 50 primeiros benfeitores.

“Os chaveiros da TheHang são práticos e ajudam a deixar bolsas ou mochilas mais organizadas.  Dá pra guardar tanto moedas como miudezas. E o porta fone é mais um porta fios: fone de ouvido, cabo de carregador, o que você quiser. Como todos os chaveiros são feitos em couro, tem uma durabilidade alta, e uma boa resistência ao uso  fazendo com que a peça fique com você por muito tempo”, completa.

The Hang: Site | Facebook | Instagram | Financiamento Coletivo no Benfeitoria

*Importante: Esta publicação recebeu incentivo da empresa, o que nos permite continuar produzindo conteúdo com a qualidade que você merece. Mas ressaltamos que nos publiposts só fechamos parcerias com marcas que dialoguem com o viés editorial do site, ou seja, são produtos que a gente realmente curte, OK!?

____

Curtiu este conteúdo? Quer ver mais? Siga o Moda Sem Crise no Facebook. Basta clicar no link cor de rosa, curtir a fanpage, seguir, interagir, e pronto, você  ficará por dentro de todas as novidades e publicações. Te esperamos!




Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

• Instagram •

Follow @modasemcrise

Moda Sem Crise • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Logotipo por Marina Takeda • Desenvolvido por Responsivo por

Newsletter

Receba no seu e-mail as atualizações do Moda Sem Crise! É só assinar aqui: