09 • janeiro • 2018

5 brechós online e 5 dicas para garimpar em lojas virtuais


De acordo com uma pesquisa realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), comprar roupas em brechós possibilita uma economia de até 80% em relação às lojas onde esses produtos foram originalmente vendidos. Outro benefício dessa escolha, diz respeito ao consumo consciente e a sua sustentabilidade, uma vez que a peça vendido no brechó não só já existe como também já foi adquirida e supostamente está fora de uso, ainda que em bom estado. Passando a ser de outra pessoa, essa peça tem ampliado o seu ciclo de vida útil e isso é maravilhoso, não acham?!

O número de brechós no Brasil nos últimos anos tem crescido. Essa é uma tendência bastante forte e nada passageira. Os dados não são atuais, mas servem como base. De acordo com o Sebrae-RJ, entre 2007 e 2012, o número de micro e pequenas empresas que comercializam artigos usados cresceu 210%, passando de 3.691 para 11.469. O Sebrae aponta ainda que o segmento movimenta pelo menos R$ 5 milhões por ano.

5-brechos-online-e-5-dicas-para-garimpar-em-lojas-virtuais

Foto: Google Imagens

Mas esses números não são reflexo apenas de negócios no ambiente físico. O universo online também se destaca. Vale lembrar que o Brasil conta com 102 milhões de internautas, ou seja, 58% da população brasileira está conectada, segundo pesquisa TIC Domicílios. E levando em consideração ainda a crise econômica e o clima de incertezas que se instalou nos últimos ano em todo o país, o resultado dessas combinações não poderia ser outro: dentro desse contexto, muitos brechós surgiram em formato de e-commerce. Separamos aqui cinco deles:

5-brechos-online-e-5-dicas-para-garimpar-em-lojas-virtuais

Foto: Reprodução

Repassa é um brechó online de compra e venda de roupas gentilmente usadas das melhores marcas com descontos incríveis, em que você pode doar para ONGs e ganhar dinheiro de verdade pela sua influencia. A plataforma oferece roupas, calçados e acessórios masculino, femininos e conta com acervo online infantil.

5-brechos-online-e-5-dicas-para-garimpar-em-lojas-virtuais

Foto: Reprodução

O Garimpário é um brechó online que oferece algo que vai muito além de uma peça que já foi de outra pessoa: é um estilo autoral e exclusivo, aliado à consciência ambiental. Uma coisa bacana da plataforma são os editoriais realizados com as peças do acervo que atende ao público masculino e feminino.

5-brechos-online-e-5-dicas-para-garimpar-em-lojas-virtuais

Foto: Reprodução

O Brechó Online é uma loja virtual focada em produtos de brechó. Voltada para o público feminino, está no mercado online desde 2012, quando nasceu com o nome de “Dress like a Nerd”. Algumas mudanças e evoluções ocorreram desde então para se adaptar ao mercado e melhor atender suas clientes.

5-brechos-online-e-5-dicas-para-garimpar-em-lojas-virtuais

Foto: Reprodução

Arara – Garimpo de Moda se define como entusiasta do mercado de segunda mão, pois nele se encontra de tudo: do vintage à última tendência da moda. Com isso oferece ao consumidor a chance de compor um estilo mais autêntico e ainda pagar um preço mais amigável por cada peça. A missão do projeto é trazer frescor para o mercado de moda de segunda mão agregando qualidade, estilo e um serviço de primeira. O acervo de peças masculinas e femininas.

5-brechos-online-e-5-dicas-para-garimpar-em-lojas-virtuais

Foto: Reprodução

O Troc surgiu depois de muito bate papo sobre negócios e de uma imensa dúvida do que fazer com montes de roupas sem uso que ficavam ali deixando o nosso guarda roupa lotado e sem espaço para outras coisitas bacanas. Idealizado por ex-alunos das Universidades americanas, Harvard e MIT, o Troc pode ser considerado o maior brechó do Brasil, com vendas 100% online e foco no mercado feminino premium e luxo.

5 dicas para garimpar em brechós online

Os brechós online tem como objetivo facilitar e trazer mais comodidade para a rotina dos consumidores e ainda permite garimpar e escolher roupas e acessórios dentro da própria casa, navegando em dispositivos móveis e desktop. Mas como adquirir produtos “second-hand”, sem conseguir experimentá-los? Luanna Domakoski, idealizadora do termo e sócia-proprietária do brechó online Troc, aponta cinco dicas para ajudar o consumidor na hora de comprar uma peça entre as várias opções nos sites de brechós. Confira algumas delas:

  1. Filtrar as peças e sapatos por tamanho

Todos os sites de compra online disponibilizam ferramentas para o cliente selecionar o tamanho, ou as medidas, da peça que deseja obter. Para Luanna, esse recurso de seleção é fundamental para otimizar o tempo e olhar somente aquilo que se adapta ao corpo de cada pessoa. Por isso, antes de comprar é importante que cada consumidor saiba suas medidas.

  1. Priorizar cores e estampas que sejam da sua preferência

Muitos pensam que os brechós possuem roupas antigas e vintage, porém isso nem sempre é verdade. A maioria possui um enorme acervo de peças da moda atual. Para ajudar a saber o que comprar, a recomendação é sempre estar atento à tendência da época, se inspirar nas fashionistas preferidas e procurar roupas que remetem ao que está sendo usado no momento. Isso traz praticidade para elaborar novas combinações de looks com poucos itens, além de evitar que uma peça seja esquecida no armário.

  1. Procurar marcas conhecidas ou modelagens já provadas

Apesar de muitos brechós online possuírem a opção de troca, é fundamental ficar satisfeito com o que se recebe em casa. Assim, comprar produtos de marcas já conhecidas ajuda não só no conhecimento do comprimento e caimento das peças – mesmo que as medidas estejam sempre na descrição dos produtos -, como também na modelagem. Quando uma pessoa já tem um modelo “queridinho”, é menos arriscado comprar algo parecido.

  1. Comparar os preços

Como existem diversas peças, de diferentes marcas, é válido reservar um tempo para comparar os preços. Segundo a sócia-proprietária, muitas vezes as roupas parecidas podem possuir um valor diferente. Para trazer mais comodidade, vários sites filtram os itens oferecidos de acordo com o preço que o cliente deseja pagar. Independente dessa pré-seleção, a recomendação é analisar peça a peça, para encontrar o melhor preço.

  1. Usar e abusar do SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor)

Quando estiver com dúvida sobre alguma compra, pergunte ao site. Geralmente, as marcas dispoem de blog e redes sociais com dicas de conteúdo, tendências e etc. Caso não saiba como usar alguma peça, ligue ou mande mensagem. Normalmente, os profissionais formados em moda trabalham para aquele brechó e podem tirar, exclusivamente, a dúvida. Com isso, fica muito mais fácil decidir e escolher o que comprar.

De acordo com Luanna, a prática de adquirir produtos do tipo ‘second-hand’ é uma super tendência do mercado. “Essa atividade permite economizar e, ao mesmo tempo, usar aquilo que está na moda, sem contar que potencializa o consumo sustentável”, completa.

LEIA TAMBÉM

BRECHÓS DE SÃO PAULO QUE COMPRAM PARA VENDER

____

Curtiu este conteúdo? Quer ver mais? Siga o Moda Sem Crise no Facebook. Basta clicar no link cor de rosa, curtir a fanpage, seguir, interagir, e pronto, você  ficará por dentro de todas as novidades e publicações. Te esperamos!




Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

• Instagram •

Follow @modasemcrise

Moda Sem Crise • todos os direitos reservados © 2018 • Logotipo por Marina Takeda • Desenvolvido por Iunique • Studio Criativo

Newsletter

Receba no seu e-mail as atualizações do Moda Sem Crise! É só assinar aqui: