14 • Março • 2018

Fábrica de sonhos: Projeto acadêmico UniPIM é lançado em Paraisópolis


[Por Marcela Fonseca e Cauê Anjos]

Moradora do Capão Redondo, bairro do extremo Sul da Capital paulista, Thamires Barbosa da Silva, de 20 anos, comemora a criação de uma escola de moda gratuita que tem como propósito atender jovens de comunidades carentes de São Paulo. O projeto acadêmico UniPIM é uma iniciativa do Periferia Inventando Moda – projeto social de Paraiśopolis – em parceria com a Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP) e a Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas em Moda (Abepem). Transformar a realidade de quem vive na periferia ao democratizar o acesso à informação e aos estudos no campo  da moda é o alvo do projeto. Profissional de moda, a jovem que teve a chance se formar em um curso universitário, não esconde a emoção ao ver ser colocado em prática o projeto que dará oportunidade para quem assim como ela sonha com a área. “Muitas pessoas que nunca tiveram oportunidade de pagar uma boa faculdade, terão a chance. Estou feliz e emocionada de ver a moda sendo inclusiva”, diz.

Entre os mais promissores e queridos nomes da moda brasileira, o estilista Isaac Silva sabe o que é enfrentar preconceitos e dificuldades. Nascido em Barreiras, município do extremo Oeste da Bahia, o afroempreendedor em suas criações explora a afro-brasilidade. “Me lembro quando comecei a estudar moda. Mainha sempre dizia: ‘Por que você vai estudar moda? Vá fazer outro curso.’ E trabalhando com moda vejo que a moda é elitista e ela tem que ser acessível a todos. A gente vive um momento que a moda precisa estar na cara das pessoas, tem que ser as pessoas. Hoje a gente tem acesso de como a roupa é feita, de onde veio, hoje em dia tem essa pergunta. E vendo um projeto desse [referindo-se à UniPIM] olhando para dentro de si próprio e dizendo você tem a oportunidade, pode fazer, e que diz a gente vai fazer com que as coisas aconteçam.” E Issac Silva que faz parte do line up da Casa de Criadores, que projeta novos talentos para o mercado de moda, conclui o:

Esse projeto é muito enriquecedor. Principalmente vendo o cenário de São Paulo onde a maior semana de moda está em declínio. E surge aqui algo muito bacana. É bom fazer parte disso e acompanhar. E saber que é acessível para todos. Dentro da moda os cursos são caros. A questão financeira é algo que limita. Sempre digo, daqui dez anos, a moda estará sendo contada aqui também. Virão talentos, estilistas, modelos, fotógrafos, vídeo makers, escritores, jornalistas, porque isso é o mundo da moda. Essa semente dará frutos e vai virar uma árvore boabá bem grande. As expectativas são apaixonantes.

Aliás, assim como o estilista baiano, a Casa de Criadores também deve se envolver com o projeto. Durante o lançamento da UniPIM, terça-feira, 13 de março no Centro Educacional Unificado (CEU) de Paraisópolis, seu criador, o jornalista André Hidalgo também demonstrou apoio e entusiasmo. “Por que gosto tanto de moda? Porque a moda é uma coisa tão transformadora em todos o sentidos e a moda que me interessa é essa. Não sei se posso aconselhar alguma coisa, porque vocês que estão me aconselhando, me colocando de volta num lugar de onde vim. A origem da Casa de Criadores é essa, tem esse trabalho de inserção, de trazer o jovem, de descobrir. Nesses 20 anos, o evento já revelou estilistas e também revelou muitos modelos, maquiadores. É um trabalho que a gente faz, mas não com essa legitimidade que vocês fazem [referindo-se ao PIM]. Estou admirado com isso, com a autenticidade, força e luta que o projeto tem. E estou aqui para somar e me colocar à disposição. Acho que vou aprender muito mais do que qualquer outra coisa. É um trabalho que ficará pra história.”

fabrica-de-sonhos-projeto-academico-unipim-e-lancado-em-paraisopolis

Thamires Barbosa da Silva e Isaac Silva durante evento de lançamento da UniPIM – Foto: Cauê Anjos

Alex Santos abre portas para a comunidade e a faz protagonista

Aos 27 anos, o estilista Alex Santos coloca em prática um dos mais importantes projetos de sua vida: a UniPIM. Foi dele a ideia de criar o projeto Periferia Inventando Moda. Há dez anos morador de Heliópolis, Santos que prepara a 8ª edição de desfiles do PIM, tem colocado a comunidade em destaque ao revelar a força que tem a periferia.

As pessoas que moram na comunidade, não estou falando especificamente de Paraisópolis, mas em todas as comunidades do Brasil, tem dificuldade de falar que moram na periferia. Posso dizer que passei por essa transição. E hoje tenho orgulho de morar aqui.

Sua trajetória no universo da moda teve início na comunidade que o acolheu. “Trabalhava em um restaurante e descobri que não era onde queria estar. Procurei um curso de corte e costura. Encontrei dois em Paraisópolis. Um ficava em uma igreja e o outro no [Hospital Albert] Einstein que oferece cursos culturais. Fui procurar o curso da igreja, mas não me deixaram entrar. Fui então no Einstein pedir essa ajuda para me profissionalizar. E foi onde cederam a oportunidade. Era o único homem em um grupo de aproximadamente 15 mulheres. Um lugar me excluiu por ser homem e outro abriu portas para eu participar”, relembra Alex que depois de seis meses de curso, orientado pela professora da turma, foi em busca do curso universitário. “Fiz Design de Moda, um curso de dois anos. E foi ai que surgiu a ideia de montar o projeto e envolver a comunidade.”

Hoje, dono de uma marca que carrega seu nome e à frente do PIM em conjunto com o produtor cultural Nil Mariano, o estilista é quem vem abrindo portas e criando oportunidades e possibilidades no universo da moda. “Vamos para a 8ª edição do PIM e é uma grande honra poder ensinar essas pessoas que ninguém sabe o que passam ou como vivem e batalham. Pessoas que chegam aqui de um jeito e saem empoderadas”, completa.

fabrica-de-sonhos-projeto-academico-unipim-e-lancado-em-paraisopolis

O estilista Alex Santos no encerramento do desfile de sua coleção Rise for Victory durante a 6ª edição do PIM – Foto: Túlio Vidal/CFPIM

Conquista do Projeto Periferia Inventando Moda:  Conheça a UniPIM

Faz parte do DNA do Periferia Inventando Moda (PIM) ensinar. O projeto fundado em abril de 2014 desde então fortalece a identidade da moda e beleza da periferia por meio de cursos dedicados à quem sonha desfilar, produzir, maquiar ou fotografar. Ao final de cada turma, acontece uma edição que leva para a passarela a criação de estilistas vestidas por modelos de comunidades da Capital. Mas, a partir daqui, o PIM passa por um upgrade e surge a UniPIM.

fabrica-de-sonhos-projeto-academico-unipim-e-lancado-em-paraisopolis

Projeto PIM já é uma referência no mundo da moda – Foto: Túlio Vidal/PIM

A curadoria acadêmica da UniPIM está sob o comando da professora Dra. Clotilde Perez, chefe do Departamento de Publicidade e Relações Públicas da ECA/USP. Segundo a professora, a parceria permite que a ECA possa articular ensino e pesquisa com atividades de extensão. “Desta parceria, que agora se inicia com oficinas temáticas, poderão surgir desdobramentos em pesquisas e formações em vários níveis, beneficiando a todos.”

Professores do mercado e da academia ministrarão cursos profissionalizantes com objetivo de capacitar alunos que desejam compreender o processo da dinâmica de algumas profissões da indústria da moda e que desejam seguir carreira em uma das áreas propostas dentro da comunicação, criação e do negócio da moda. Estarão disponíveis inicialmente para os interessados, de forma gratuita, cursos de Marketing e Branding; Gestão de Conteúdo para Mídias Sociais Digitais e Fotografia de Moda.

Com diferentes modalidades de ações educacionais (cursos, workshops, oficinas, palestras etc.), a escola tem como objetivo alcançar mais de dois mil jovens já no primeiro ano que iniciará já em março com duas ações diferenciadas: “Oficinas Start” e o ciclo de encontros “Pensando Moda”. As oficinas de imersão Start acontecem no período de 8 horas em um único encontro e tem como foco o saber prático/reflexivo, possibilitando aos alunos a inserção no mercado de trabalho, uma vez trará conteúdo programático voltado à dinâmica de atuação das diferentes áreas ligadas à moda. Já o ciclo Pensando Moda, consiste em palestras e talks com importantes nomes ligados a área, convidando aos alunos à reflexão e troca de experiências e conhecimentos.

fabrica-de-sonhos-projeto-academico-unipim-e-lancado-em-paraisopolis

PIM agora conta com parceria com a Universidade de São Paulo e a Associação de Brasileira de Estudos e Pesquisas em Moda – Foto: Túlio Vidal

A professora Dra. Kathia Castilho, presidente da Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas em Moda (Abepem) atuará como coordenadora educacional da UniPIM. “Este projeto significa ter a oportunidade de articular novos conteúdos, repensar propostas para uma atuação mais participativa, inclusiva e criativa na educação. A UniPIM nos permitirá repensar o modo e lugar onde acontecem processos de troca, de iniciativas e experimentações inovadoras entre a rede que aqui certamente se formará.  Conhecimento compartilhado e possibilidades de inovação é o que acreditamos que a UniPIM trará”, enfatiza Kathia Castilho, que também é proprietária da Editora Estação das Letras e Cores.

fabrica-de-sonhos-projeto-academico-unipim-e-lancado-em-paraisopolis

Da esq. para a dir. Iannis Farjo, Clotilde Peres, Kathia Castilho e Nil Mariano durante lançamento do projeto no CEU Paraisopolis – Foto: JB Fotografias e Filmes/PIM

Segundo o psicólogo e produtor cultural Nil Mariano, o PIM já atendeu mais de 400 jovens em seus cursos de formação para modelo, fotógrafo e maquiador. “Com a UniPIM vamos promover o pensamento e a cultura de moda através de discursos construídos na periferia. A UniPIM é uma iniciativa que pretende suprir a demanda de uma importante região da periferia de São Paulo por cultura, informação e formação nas áreas relacionadas ao universo simbólico da moda. Para tanto, o PIM oferecerá formação gratuita e de qualidade, favorecendo o enriquecimento cultural, o autoconhecimento e a inserção no mercado de trabalho”, completa Nil Mariano.

Os encontros serão realizados no CEU Paraisópolis. E as informações serão colocadas à disposição no site do projeto UniPIM e no instagram UniPIM Oficial

fabrica-de-sonhos-projeto-academico-unipim-e-lancado-em-paraisopolis

Foto: José Barbosa/PIM




Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

• Instagram •

Follow @modasemcrise

Moda Sem Crise • todos os direitos reservados © 2018 • Logotipo por Marina Takeda • Desenvolvido por Iunique • Studio Criativo

Newsletter

Receba no seu e-mail as atualizações do Moda Sem Crise! É só assinar aqui: