"Amar sem Temer" e "Eu (r)existo! Sou trans": Última noite Casa de Criadores tem desfiles e protesto — Moda Sem Crise
13 • maio • 2017

“Amar sem Temer” e “Eu (r)existo! Sou trans”: Última noite Casa de Criadores tem desfiles e protesto


MODA – Gustavo de Carvalho abriu a última noite de desfiles da 41ª edição da Casa de Criadores lembrando que, mais do que nunca, fazer moda também é fazer política. Diferente do que se viu em todo line-up desta edição, Carvalho promoveu um desfile audiovisual. Em vez de modelos cruzando a passarela, as peças da coleção “Xingu” foram exibidas em um telão. Segundo Carvalho, a coleção tem foco no protesto e desabafo – o desastre ambiental de Mariana (MG), em 2015, bem como a intolerância religiosa serviram de inspiração para a criação que demonstrou a indignação e o posicionamento político de seu criador. O desfile contou também com a performance de Verônica Valentino da banda “Verônica Decide Morrer” que fez também uma maravilhosa apresentação finalizada com uma desfile de cartazes com as frases: “Amar sem Temer”, Eu posso… Eu sou!”, “Eu (r)existo! Sou trans” e “Somos todos Dandara”. Fotos oficiais do momento não foram colocadas à disposição da imprensa.

amar-sem-temer-e-eu-rexisto-sou-trans-ultima-noite-casa-de-criadores-tem-desfiles-e-protesto

Performance da cantora Verônica Valentino da banda “Verônica decide morrer” no desfile de Gustavo de Carvalho – Foto: Facebook Casa de Criadores

amar-sem-temer-e-eu-rexisto-sou-trans-ultima-noite-casa-de-criadores-tem-desfiles-e-protesto

Vocalista da banda Verônica Decide Morrer, a cantora Verônica Valentino após performance voltou à passarela com o cartaz “Eu (r)existo! Sou trans” – Foto: Instastories @casadecriadores – *Fotos oficiais não foram disponibilizadas pela agência que fotografou o evento

Conhecida por fomentar novos talentos e valorizar a criação autoral genuína na moda brasileira, a Casa de Criadores encerrou na noite de ontem sua 41ª edição – primeira deste ano. O evento em 2017 comemora 20 anos de sua existência. Idealizado por André Hidalgo, a Casa de Criadores tem transformado o mercado da moda brasileira e ano após ano tem fortalecido a ideia de ser uma referência e o mais importante line-up para novos estilistas e marcas. Segundo Hidalgo, em 1997, quando o projeto foi criado, o mercado começava a dar uma espécie de “gritos de independência” contra a cultura da cópia que reinava na moda brasileira – o que, para ele, já não funcionava na dinâmica da década de 1990. “Com o advento das faculdades de moda, toda nova geração de criadores surgia preparada com técnica e, o mais incrível, com novas ideias e propostas inventivas. Em suma: jovens querendo se expressar por meio da moda.”

Entre os dias 8 e 12 de maio, estilistas calouros e veteranos desfilaram suas ideias e evolução autoral. Para a última noite de desfiles da temporada Verão 2018 foram escalados Ale Brito, Heloísa Faria, Marcello Martins com a MRTNS e Mario Francisco da Der Metropol que desenvolveu uma coleção em parceria com a Fila.

Após a performance de Carvalho, a noite seguiu com os tradicionais desfiles, e na passarela da Casa de Criadores, o veterano Ale Brito desfilou uma coleção versátil e utilitária. Sem distinção de temporada, o estilista trouxe um olhar pós-apocalíptico. A visão de uma era em que seres humanos são obrigados a conviver com a extrema escassez. Na qual é preciso reaproveitar tudo o que se possui, como cintos de seguranças e sacolas que são ressignificadas e servem de acessório e modelagens clássicas reeditadas. Entre as peças-chaves da coleção, casacos longos com shape trench coah. Além disso, Brito apostou na alfaiataria desconstruída e botas pesadas.

amar-sem-temer-e-eu-rexisto-sou-trans-ultima-noite-casa-de-criadores-tem-desfiles-e-protesto

Ale Brito – Projeto Lab – Casa de Criadores- Verão/2018 – Maio/2017 – Foto: Marcelo Soubhia/Fotosite

amar-sem-temer-e-eu-rexisto-sou-trans-ultima-noite-casa-de-criadores-tem-desfiles-e-protesto

Rafaella Caniello- Projeto Lab – Casa de Criadores- Verão/2018 – Maio/2017 – Foto: Marcelo Soubhia/Fotosite

amar-sem-temer-e-eu-rexisto-sou-trans-ultima-noite-casa-de-criadores-tem-desfiles-e-protesto

Ale Brito – Casa de Criadores- Verão/2018 – Maio/2017 – Foto: Marcelo Soubhia/Fotosite

A estilista Heloisa Faria levou para a passarela a delícia de encontros e seus caminhos, definidos por ela por meio de listras. Cores fortes e elementares e o uso da técnica upcycling marcaram sua apresentação. Heloisa também apresentou looks feitos a partir da tecnologia 100% Amni Soul Eco da Rhodia, que permite a biodegradação total da peça ao final de sua vida útil, quando descartada em aterros, em cerca de três anos, quando uma peça comum pode levar mais de três décadas. Destaque para o casting que combinou modelos com os quais a estilista já havia trabalhado, amigos e pessoas conhecidas e desconhecidas, encontradas pelas ruas, meio que sem querer. Segundo a estilista, cada criação foi pensada de forma individual e bastante personalizada. O resultado foi um desfile pautada por encontros e diversidade, com peças feitas de tecidos naturais, além de garimpos reciclados, com detalhes como estampas gráficas, amarrações, texturas e cores.

amar-sem-temer-e-eu-rexisto-sou-trans-ultima-noite-casa-de-criadores-tem-desfiles-e-protesto

Heloisa Faria – Casa de Criadores- Verão/2018 – Maio/2017 – Foto: Marcelo Soubhia/Fotosite

amar-sem-temer-e-eu-rexisto-sou-trans-ultima-noite-casa-de-criadores-tem-desfiles-e-protesto

Heloisa Faria – Casa de Criadores- Verão/2018 – Maio/2017 – Foto: Marcelo Soubhia/Fotosite

Inspirado na musa espiã Nikita do filme “La Femme Nikita” – em português, “Nikita – Criada para Matar” – o estilista Marcello Martins usou como referẽncia para a coleção “Dépravé Chic” Guy Boudirn, Klaus Mitteldorf e René Grua. Com um shape composto por elementos estéticos dos anos 80 – com cavas altas e ombreiras – Martins mergulhou fundo nas cores preto, vermelho e branco que predominaram no beachwear do estilista.

amar-sem-temer-e-eu-rexisto-sou-trans-ultima-noite-casa-de-criadores-tem-desfiles-e-protesto

MRTNS – Casa de Criadores- Verão/2018 – Maio/2017 – Foto: Marcelo Soubhia/Fotosite

amar-sem-temer-e-eu-rexisto-sou-trans-ultima-noite-casa-de-criadores-tem-desfiles-e-protesto

MRTNS – Casa de Criadores- Verão/2018 – Maio/2017 – Foto: Marcelo Soubhia/Fotosite

amar-sem-temer-e-eu-rexisto-sou-trans-ultima-noite-casa-de-criadores-tem-desfiles-e-protesto

MRTNS – Casa de Criadores- Verão/2018 – Maio/2017 – Foto: Marcelo Soubhia/Fotosite

E que encerrou a noite e a temporada de desfiles nesta sexta-feira (12) foi Mario Francisco da Der Metropol. Sua coleção foi desenvolvida em parceria com a grife italiana Fila. Uma collab de streetwear inédita que, segundo o próprio estilista, é fruto de um estudo profundo que ele fez da marca e convergiu para trazer as identidades de ambas em looks surpreendentes masculinos e femininos. E na tendência “see now, buy now” – veja agora, compre agora – a coleção já está à venda na Cartel 011, em São Paulo.

amar-sem-temer-e-eu-rexisto-sou-trans-ultima-noite-casa-de-criadores-tem-desfiles-e-protesto

FILA por Der Metropol – Casa de Criadores- Verão/2018 – Maio/2017 – Foto: Marcelo Soubhia/Fotosite

amar-sem-temer-e-eu-rexisto-sou-trans-ultima-noite-casa-de-criadores-tem-desfiles-e-protesto

FILA por Der Metropol – Casa de Criadores- Verão/2018 – Maio/2017 – Foto: Marcelo Soubhia/Fotosite

LEIA TAMBÉM

VALORIZAÇÃO DA PRODUÇÃO NACIONAL MARCA A 3ª NOITE DE DESFILES DA CASA DE CRIADORES

____

Curtiu este conteúdo? Quer ver mais? Siga o Moda Sem Crise no Facebook. Basta clicar no link cor de rosa, curtir a fanpage, seguir, interagir, e pronto, você  ficará por dentro de todas as novidades e publicações. Te esperamos! 




Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

• Instagram •

Follow @modasemcrise

Moda Sem Crise • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Logotipo por Marina Takeda • Desenvolvido por Responsivo por

Newsletter

Receba no seu e-mail as atualizações do Moda Sem Crise! É só assinar aqui: