10 • julho • 2018

Projeto Costurando Vidas aposta em financiamento coletivo para empoderar jovens


Quanto custa um sonho? Para jovens da Freguesia do Ó, zona norte de São Paulo, o prazer de fazer moda não tem preço. Mas desapegando mensalmente de R$ 2 para apoiar o projeto Costurando Vidas é possível fazer com que esses mesmos jovens realizem e muito.

Isso porque a iniciativa do Coletivo Freguesia Fashion, a partir do dia 28 de julho, promove um curso de moda gratuito. O objetivo é atender a jovens entre 18 e 29 anos de baixa renda e/ou GLBT (Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis, Transexuais ou Transgêneros).

O desejo de dar oportunidade para quem sonha com o universo da moda surgiu do encontro de amigos comuns da drag queen Lohren Beauty. Porta-voz do projeto, Chesller Rodrigues que ao se descobrir drag queen decidiu aprender costurar para criar e produzir suas próprias roupas, explica que o curso vai preparar os inscritos para customizar, estampar e costurar roupas. O resultado será apresentado em um desfile.

projeto-costurando-vidas-aposta-em-financiamento-coletivo-para-empoderar-jovens

Projeto vai beneficiar jovens em situação de vulnerabilidade. O resultado do curso será um desfile com as peças criadas – Foto: Divulgação

Paixão pela moda

A inspiração para a criação do Coletivo Freguesia Fashion e consequentemente o projeto Costurando Vidas, segundo Chesller Rodrigues – também conhecido como Lohren Beauty está na paixão pela moda e em seus experimentos. Toda a sua busca por métodos alternativos de produção – como o upcycling – será repassada aos jovens durante os encontros.

“É minha paixão e algo que sei fazer desde cedo. Quando trabalhei em uma ONG, entre 2005 e 2013, percebi que uma grande dificuldade dos jovens, principalmente aqueles em situação de vulnerabilidade, era se expressar e colocar para fora suas identidades. Porque acabam sendo oprimidos pela sociedade, pela família. E a arte, a cultura, sempre foram usadas nesse tipo de trabalho. São projetos de teatro, música, vídeos. Tudo para resgatar essa auto-estima. Então pensei, por que não ajudar o jovem a se expressar também por meio da moda?”.

projeto-costurando-vidas-aposta-em-financiamento-coletivo-para-empoderar-jovens

Chesller Rodrigues é Lohren Beauty e também idealizador do projeto Costurando Vidas – Foto: Arquivo Pessoal

Projeto busca apoio para fazer acontecer

Para tirar o Costurando Vidas do papel, o Coletivo Freguesia Fashion criou uma campanha de financiamento coletivo na plataforma Apoia.se. A meta atual é arrecadar R$ 1000 para a realização das primeiras turmas. O valor será empregado na aquisição do material para as oficinas de desenho de moda, rodas de conversas e para criar um portfólio de tecidos e aviamentos.

As contribuições estão estabelecidas entre R$ 2 e R$ 20. E para cada uma delas há uma recompensa. Para quem apoiar com R$ 2, será disponibilizado acesso uma aula em vídeo exclusiva de customização. Contribuindo com R$ 5, além dessa mesma aula, o apoiador tem direito a participação presencial em uma aula.

Com R$ 10, o apoiador soma a esse segundo pacote lugar cativo no desfile do projeto. E com R$ 20, o apoiador usufrui de todos os benefícios anteriores, além de convite VIP para o coquetel que antecede ao desfile e festa após a apresentação dos looks na passarela e também tem prioridade na compra de qualquer peça colocada à venda pelo projeto.

Até o fechamento desse conteúdo, a campanha acumulava menos de 5% da meta. Chesller Rodrigues explica ainda que o projeto já conta com cinco inscritos – capacidade máxima de atendimento caso não haja investimento. Por isso, o projeto sonha alto e pensa inclusive na possibilidade de conseguir patrocínio para o projeto.

Com o pouco que a gente tem, a gente consegue atender poucas pessoas. Com apoio, poderíamos trazer mais jovens, pagar professores, buscar equipamentos, quem sabe até conseguir um espaço próprio”, diz.

Serviço

Projeto Costurando Vidas

Curso de Moda Gratuito – Início dia 28 de Julho. As aulas serão realizadas aos sábados, das 14h às 17h. Rua Diogo Domingues, 102 – Largo do Clipper – São Paulo.

As inscrições acontecem por meio do formulário neste link: Costurando Vidas 

Está prevista também lista de espera.

Informações a respeito do projeto e interessados em apoiar:

(11) 98900-0920 – Chesller Rodrigues




Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

• Instagram •

Follow @modasemcrise

Moda Sem Crise • todos os direitos reservados © 2018 • Logotipo por Marina Takeda • Desenvolvido por Iunique • Studio Criativo

Newsletter

Receba no seu e-mail as atualizações do Moda Sem Crise! É só assinar aqui: