Influenciar as pessoas que amamos também nos influência (e muito)! — Moda Sem Crise
21 • fevereiro • 2017

Influenciar as pessoas que amamos também nos influência (e muito)!


CAUSE MARIA – Há algum tempo, para ser exata, desde 5 de maio de 2016, dia que iniciei a minha participação no Moda Sem Crise, tenho recebido elogios e mensagens de algumas amigas e amigos sobre coisas que tenho realizado e também sobre meu comportamento em relação ao trabalho, relacionamentos, à vida, etc, coisas que têm se tornado visíveis através de imagens em redes sociais e também de alguns relatos em meus textos.

Confesso que fiquei bem surpresa com todo esse carinho que tenho recebido, com os olhares de admiração e também com os comentários e olhares de estranhamento e discordância sobre o que escrevo ou pela forma que me comporto, aliás nem todo mundo gosta de tudo (risos).

Na última mensagem que recebi, uma amiga me pedia dicas de roupas, cabelo e maquiagem, e disse que gostava do meu estilo (se é que eu tenho um) e que isso a influenciou a sair das roupas básicas de trabalho, e então queria minha ajuda para mudar. Em uma outra mensagem, enviada por outra pessoa, me falava sobre como a influenciei em buscar seu próprio negócio e trabalhar com o que gosta, mesmo que as dificuldades fossem muitas. Outra coisa interessante que me aconteceu, isso pessoalmente, foi a pergunta: “Elaine, você não está mais namorando? Você se diverte tanto”.

Ainda dou risada quando lembro dessa última pergunta, inclusive já escrevi uma coluna, aqui no Cause Maria, sobre isso, na qual eu falava sobre se divertir e namorar ao mesmo tempo. Porque uma coisa não tem que impedir a outra. Amigos não impedem um namoro ou relacionamento sério. E tudo isso também não impede um bom trabalho e também uma boa diversão, alem disso, não há motivos para um namoro não ser divertido, sendo assim me divirto muito dentro do meu relacionamento e isso o torna cada vez mais saudável. Quanto a se dividir entre as várias funções da vida, há que se organizar para tudo e muito. Mas jamais uma coisa pode substituir a outra, pois se formos pensar, na verdade, não substitui.

Em relação aos elogios e comentários e sobre influenciar pessoas, ainda me surpreendo com isso, pois a cada coisa que me falam, sinto uma responsabilidade muito grande sobre mim e a tudo que transmito a elas. A primeira vez que descobrir influenciar alguém, foi quando minha grande amiga Priscila Tieppo me disse que me admirava demais e que isso a inspirava em algumas coisas, como mulher, profissional, jornalista. Pensei: “Logo eu que te acho tão maravilhosa e me inspiro em você para tantas coisas?”. Imagine a felicidade em influenciar alguém que você admira! Pois é, eu senti.

influenciar-as-pessoas-que-amamos-tambem-nos-influencia-e-muito

Foto: Pixabay

Sempre observei muito tudo a minha volta, e além de buscar o que eu queria pra mim e o que ainda quero, sempre soube o que eu não queria ser e também o que queria fazer ou transmitir às pessoas.

Deixar algo de bom ao mundo sempre foi uma ideia. Que fosse um livro, uma árvore, um filho, uma música, uma poesia ou apenas bons ensinamentos e boas ações. O livro e a poesia já consegui (risos). Na verdade, sempre gostei muito de aprender sobre tudo e também de compartilhar tudo com as pessoas, mas o mais importante disso é que eu nunca foquei nas pessoas para buscar o que sou.

influenciar-as-pessoas-que-amamos-tambem-nos-influencia-e-muito

Foto: Pixabay

Sempre pensei muito no futuro, se isso é certo ou errado, não sei. Mas, enquanto traçava e traço o caminho para onde quero ir, foquei em ser alguém de quem eu me orgulhasse e de quem eu não tivesse vergonha de falar. Porque aí é que está a chave, na minha opinião: Busque ser alguém que você se orgulhe de ser e a convivência com o mundo será mais fácil, mais leve.

Talvez, essa construção e esse crescimento, que é um exercício diário, tenham me despertado olhares diferentes. Gosto hoje do que sou, e ver pessoas que se assustam, ou que admiram e se inspiram nisso é muito motivador, pois ainda estou em formação do que busco ser.

Receber uma mensagem no WhatsApp dizendo: “Amiga, preciso ir a uma festa, veja se posso ir vestida assim!”, ou ainda “Queria sentar com você para que me dê algumas dicas , pois sinto que preciso dar alguns rumos em minha carreia”, tudo isso para mim é sensacional.

Penso que palpite e gosto, cada um tem o seu, então dar conselhos sobre a vida alheia fica bem fácil, mas tento ficar do lado da empatia e se não der tudo certo, pelo menos chega bem próximo.

A questão toda que receber esses feedbacks das pessoas e de saber que de alguma forma minhas ações tocam um pouco na vida delas me faz, além de ter um sentimento de gratidão, ter uma grande vontade de crescer e ser uma pessoa melhor a cada dia. Tenho pensado muito nisso, nos últimos dias e cheguei à conclusão que influenciar pessoas também me influencia e estas influências têm sido muito engrandecedoras.

____

Curtiu este conteúdo? Quer ver mais? Siga o Moda Sem Crise no Facebook. Basta clicar no link cor de rosa, curtir a fanpage, seguir, interagir, e pronto, você  ficará por dentro de todas as novidades e publicações. Te esperamos! 




Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

• Instagram •

Follow @modasemcrise

Moda Sem Crise • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Logotipo por Marina Takeda • Desenvolvido por Responsivo por

Newsletter

Receba no seu e-mail as atualizações do Moda Sem Crise! É só assinar aqui: