Arquivos As Colunistas — Página 3 de 7 — Moda Sem Crise
24 • fevereiro • 2017

Na moda e na vida, dê valor ao que você é


FATOS E DEVANEIOS – A caminho dos 30 anos, estou vivendo o ápice do retorno de saturno. Trata-se do tempo (29 anos) que o planeta Saturno leva para completar uma volta em torno do Sol, percurso que é feito pela Terra em 365 dias. Para a astrologia, quando Saturno está finalizado sua primeira volta, vivemos um período de mudanças e de reflexões sobre nossa existência e as escolhas que fizemos até então.

Mas, observações astrológicas à parte, é fato que tenho pensado muito. Sobre a natureza. Sobre a vida. Sobre estar no mundo e, claro, sobre ser humana.

Dentre essas reflexões, a mais intrigante é sobre o quanto nossa espécie é repleta de lacunas emocionais, afetivas, psicológicas e por aí vai. É como se para nós nada fosse suficientemente bom ou duradouro e, de maneira geral, permanece uma sensação de que falta algo o tempo todo. Por que será? Continue lendo


22 • fevereiro • 2017

Sem glúten e sem lactose – para quê?


MESA CORRIDA – Todos os dias eu comemoro o fato de não ter alergia ou intolerância a qualquer tipo de alimento. E também por não sofrer de alguma doença que me impeça de comer algo. Pois imagino o quanto é difícil abdicar de um hábito ou prazer pela comida por obrigação. Sou absolutamente solidária aos diabéticos que chegam numa festa de aniversário e têm que manter distância do brigadeiro; aos celíacos que sonham com um pãozinho francês quentinho besuntado de manteiga sem poderem abocanhar nem mesmo a casquinha; aos intolerantes à lactose que precisam se esquivar do queijo minas de todo o dia.

Independente das necessidades individuais, tenho muito respeito pela opção (ou a falta dela) de cada um em como conduzir sua alimentação. Mas me incomoda essa cultura de sempre transformar um cardápio de doenças crônicas na dieta da moda. Explico: há alguns anos atrás, grande parte das pessoas aderiu ao consumo de produtos diet para emagrecer, ignorando que essa linha de alimentos é direcionada aos diabéticos. Isso perdurou até os consumidores se conscientizarem que a retirada do açúcar implica no aumento de um outro ingrediente, como a gordura ou sódio, para garantir estrutura e sabor dos produtos. Aí passou-se a consumir os lights. Continue lendo


21 • fevereiro • 2017

Influenciar as pessoas que amamos também nos influência (e muito)!


CAUSE MARIA – Há algum tempo, para ser exata, desde 5 de maio de 2016, dia que iniciei a minha participação no Moda Sem Crise, tenho recebido elogios e mensagens de algumas amigas e amigos sobre coisas que tenho realizado e também sobre meu comportamento em relação ao trabalho, relacionamentos, à vida, etc, coisas que têm se tornado visíveis através de imagens em redes sociais e também de alguns relatos em meus textos. Continue lendo


14 • fevereiro • 2017

O que te inspira?


LADO B – Inspiração. Quem não vive em busca dela? Não somos poetas românticos procurando paisagens belas e rostos simétricos para pôr num quadro, procuramos algo que nos faça fugir de um dia tempestuoso ou nos torne criativos num momento de ócio e marasmo. A inspiração que nos faz sonhar e acreditar que a vida pode ser sempre mais. Onde está a sua?

O sorriso de quem nos ama, o céu azul, um ronronar canino, música, filmes… As inspirações estão ai para as utilizarmos sem restrições. Eu, como nerd assumida, encontro inspiração nos livros de literatura pop que tanto gosto.

Continue lendo


09 • fevereiro • 2017

Meu corpo, minha sensualidade e minha liberdade


CAUSE MARIA – Sou uma grande fã e adepta das fotos sensuais, e apaixonada pela sensualidade em geral, mas nem sempre foi assim e nem sempre a minha relação com o meu corpo foi tão boa. Creio que isso aconteça com inúmeras mulheres. Há muito tempo não pensava ou lembrava dessa relação antiga, até que em 2016, ao participar da campanha #SouLindaAssim, do Moda Sem Crise, falei sobre ela em uma entrevista e voltei a refletir sobre isso. Na verdade, tive alguns problemas relacionados a me tornar adolescente, à mudança de corpo, às curvas, ver seios e quadris crescerem me incomodava. Os homens mais velhos (muito mais velhos) me olhavam e isso para mim não era legal, afinal eu era uma criança de 12 anos. Continue lendo


08 • fevereiro • 2017

‘Pão é amor entre estranhos’


MESA CORRIDA – O telefone tocou na manhã de quinta-feira e veio o anúncio de uma visita ‘inesperada’ para o almoço do domingo seguinte. Do lado de cá da linha, a voz trêmula e o sorriso amarelo no consentimento do evento era resultado de um misto de surpresa e insegurança.  Afinal, histórias do passado e a falta de intimidade fazia da presença do pai biológico (recém-aparecido quando a filha já somava 40 anos de idade) um momento um tanto embaraçoso. E na cozinha dela, então, que é lugar de quem é de casa, o incômodo parecia tomar proporções maiores. Mas o encontro era necessário, pois fazia parte das suas novas regras de convivência. Continue lendo


27 • janeiro • 2017

Prática de desapego


A VIAJANTE – Uma vez escutei, há muitos anos atrás,  que é preciso arrancar a flor morta de um vaso para dar espaço a uma nova. Seria importante para aparecer um novo amor. E assim também deve ser para tudo na vida. Com o passar do tempo, adquirimos hábitos e também apego a coisas e a pessoas. Mas nossa essência é livre e deve buscar ser leve. Os pesos que sentimos na vida foram colocados ou abraçados exclusivamente por nós. A escolha é sempre nossa. Continue lendo


26 • janeiro • 2017

Comida de aniversário


MESA CORRIDA – Festa de aniversário pra mim é sinônimo de comida. De bebida, de amigos, de música e dança, de enfeites e firulas. Mas, sobretudo de comida. E tal confissão não é de se estranhar, vindo de alguém que vive a cozinha na maior parte do seu tempo. Pois bem, basta me confiarem alguma comemoração por mais um ano de vida e tão logo começo minha lista de comes. Elenco os tipos de salgadinhos, os doces, e me desafio a servir o melhor bolo. O segundo passo são as bebidas para acompanhar. E todo o restante da festa se desembola a partir do cardápio. Continue lendo


21 • janeiro • 2017

Ser chefe das minhas amigas: Um grande aprendizado


CAUSE MARIA – No último texto da coluna (Insegurança: meu maior desafio como sócia-proprietária), relatei um pouco da minha vivência no universo empresarial e com ela, uma das dificuldades que enfrentei e que tenho trabalhado no dia a dia: ser sócia do meu ex-chefe. Enquanto trabalhava essa questão em mim, resolvi mais algumas milhares, entre elas, aprender a ser chefe das minhas amigas. Continue lendo


13 • janeiro • 2017

Dona Esperança


FATOS E DEVANEIOS – Quando soube que minha coluna seria publicada na primeira sexta-feira 13 do ano fiquei pensativa. Que posso eu falar em uma data cheia de superstições como esta? Brincadeiras à parte, considerei um ótimo dia para falar de coisa boa. Afinal, se não me falhe a memória, este é um período do ano em que mais depositamos esperança nas boas novas.

Ouvi dizer, inclusive, que 2017 é mesmo o ano da esperança. Não precisamos ir muito longe para saber que o argumento procede, basta olhar para os principais fatos que marcaram o ano passado e, com certeza, o sentimento majoritário será de que tenhamos um ano melhor. Entretanto, a informação está fundamentada em um campo mais profundo que é o dos astros – sobre o qual não domino conhecimento algum, diga-se de passagem. Continue lendo


• Instagram •

Follow @modasemcrise

Moda Sem Crise • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Logotipo por Marina Takeda • Desenvolvido por Responsivo por

Newsletter

Receba no seu e-mail as atualizações do Moda Sem Crise! É só assinar aqui: