A agenda da Moda na Virada Sustentável de São Paulo — Moda Sem Crise
18 • agosto • 2017

A agenda da Moda na Virada Sustentável de São Paulo


#AGENDA – A Virada Sustentável de São Paulo, este ano, acontece entre os dias 24 e 27 de agosto. E a extensa programação conta com uma série de atividades dedicadas ao tema: Sustentabilidade. O evento criado em 2011, é resultado de um movimento de mobilização colaborativa que faz deste o maior festival da temática em todo o Brasil. Atualmente, a Virada Sustentável baseia-se nos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) – que devem ser implementados por todos os países do mundo até 2030 – definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 2015. Parte do calendário oficial da Capital paulista, o evento acontece também em Manaus (AM), Valinhos (SP), Porto Alegre (RS), Salvador (BA) e Rio de Janeiro (RJ), mas diferentes datas. Toda a mobilização envolve a articulação e participação direta de organizações públicas e privadas, com o objetivo de apresentar uma visão positiva e inspiradora sobre a sustentabilidade. Para te dar aquela ajudinha na hora de decidir o que fazer e para onde ir, o Moda Sem Crise te mostra nesta publicação uma lista com eventos relacionados ao universo da moda. Então, programe-se e boa Virada Sustentável pra você!

a-agenda-da-moda-na-virada-sustentavel-de-sao-paulo

Até 2030 todos os países do mundo devem implementar os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável estabelecidos pela ONU

Dia 24 de Agosto – Quinta-feira

Das 8h às 18h acontece coleta de resíduos têxteis no Banco de Tecido. O endereço é Rua Campo Grande, 504, Vila Leopoldina. O Banco de Tecidos é um projeto inovador que coloca em circulação tecidos descartados, mesmo com potencial de uso. Você entrega o que tem e fica com saldo para adquirir outros tecidos caso queira. Dinâmica que se repete sexta e sábado.

Das 10h30 às 12h rola o Brechó de Troca no Sesc Itaquera, Avenida Fernando do Espírito Santo Alves de Mattos, 1000, na Zona Leste. Os interessados poderão trocar peças de roupas, calçados e acessório com o objetivo de dar novos usos para esses itens. Separe aquilo que quer trocar e vai!

Das 14h30 às 17h30 tem o seminário “Mudanças Climáticas e Cidades”, porque é preciso compreender o impacto dessas mudanças em nossas vidas, não é mesmo?! A discussão será comandada por Marcos Buckeridge, coordenador do Programa USP Cidades Globais. A ideia é levantar medidas a serem tomadas para minimizar tais impactos. O evento acontece no Instituto de Estudos Avançados, Rua da Praça do Relógio, 109, bloco K, 5º andar.

Entre 17h e 19h, no teatro do Unibes Cultural, Rua Oscar Freire, 2500, rola o painel “Identidades e Gêneros: Substantivos Plurais”. O painel alinhado com a 5ª meta do ODS de alcançar a igualdade de gênero e empoderar mulheres e meninas, propõe uma troca de experiências e reflexões sobre igualdade de gênero e empoderamento feminino com lideranças femininas a partir da visão de diferentes etnias, agregada a visão trans da periferia. Mediação de Leda Lopes e participação de Bruno César Lopes, Jerá Guarani e Baby Amorim.

Das 19h às 19h45 acontece a palestra “Upcycling como Abordagem do Design para Sustentabilidade” com Agustina Comas, da marca Comas, voltada à produção de peças femininas que usam como matéria-prima camisas masculinas, sobras da indústria têxtil e de confecção. A palestra acontece dia 24 de agosto, às 19h, na Faculdade Santa Marcelina, Rua Doutor Emílio Ribas, 89.

E das 20h às 21h também na Faculdade Santa Marcelina, a estilista Marina de Luca fala sobre seu projeto Moda Limpa. A plataforma colaborativa que reúne uma agenda de fornecedores de produtos e serviços, de quem faz para quem faz moda, desde que estejam alinhados com a produção sustentável.

Dia 25 de Agosto – Sexta-feira

Entre 8h30 e 12h, na FGV Escola de Administração de Empresas de São Paulo, localizada na Avenida Nove de Julho, 2029, acontece uma roda de conversa com um tema que nos entusiasma: “Economia Circular: Novas formas de produzir, consumir e se relacionar”. A agenda propõe conversas sobre “Como ser a prova do futuro com Beatriz Luz da Exchange 4 Change Brasil; “O design como Solução”; “Os elos da cadeia circular no Brasil”; “A visão da matéria-prima”; “Resíduos como Recursos”; além de casos de Design Circular.

E que tal refletir a respeito da vida? Entre 20h e 22h, no Espaço Oparun, Rua João Scaciotti, 275, acontece a roda de conversa “Caminhar + Conectando ao seu Propósito”. Os idealizadores da atividade questionam e convidam: “Que tipo de mundo você quer criar com suas conversas e ações? Como você se relaciona com você mesmo? Como você se relaciona com os outros? Este é um convite para que você perceba quais são os padrões repetitivos, quais são as as crenças limitantes que te impedem de caminhar com mais propósito e quais são as crenças que te impulsionam a ir além. Neste nosso encontro, serão utilizados alguns recursos da PNL, CNV, Meditação, Mindfulness. Para crescer como pessoa. Vagas limitadas + Info: merikol@gmail.com.

a-agenda-da-moda-na-virada-sustentavel-de-sao-paulo

12º ODS propõe consumo e produção responsáveis – Foto: Google Imagens

Dia 26 de Agosto – Sábado

Das 10h às 10h45 você pode participar da oficina “Desenvolvimento de Acessórios com Resíduo Têxtil” com Maria Eugênia Miluzzi, estilista e gestora do projeto Piracainas Upcycling Design. O encontro acontece justamente na Faculdade Santa Marcelina, onde a estilista se formou em Desenho de Moda. Mas a experiência dela vai além da Capital paulista, viu?! O currículo dela inclui trabalhos publicados e exibidos dentro e fora do Brasil. A FASM fica na Rua Doutor Emílio Ribas, 89.

Entre 11h e 11h45, também na Faculdade Santa Marcelina, a criadora da marca Grama – Roupas Ecológicas, Ana Sudano, representante também do movimento Fashion Revolution Brasil dá uma palestra “Inovação, Sustentabilidade e Moda”. O encontro propõe despertar a percepção criativa e a construção do pensamento crítico sobre questões que envolvem a produção de moda na atualidade e o papel do design neste contexto.

A FASM é palco também da roda de conversa “Moda Sustentável no Brasil | Oportunidades”, entre 13h e 14h. Mediação de Melissa Volk do Slow Market e participação de Leka, Studio InBlue Brasil (tecidos e tingimentos naturais); Vicente Perrota (moda upcycling, no gender); Maria Miluzzi, Piracaianas Upcycling Design (acessórios naturais e de upcycling); Claudio Rocha, EcoSimple (tecnologia e tecidos recicláveis).

Das 14h às 15h, na Praça Almir Ballestero (Rua Gonçalves Freire, sem número), acontece a oficina “Bordando com as Artesãs da Linha 9, artesãs moradoras da comunidade local ensinam pontos principais para desenvolver um bordado. O Programa Ecobairro atua em São Paulo desde 2004 e já participou algumas vezes da virada sustentável. Desde de 2015 está atuando em Vila Leopoldina colaborando junto com a comunidade local e em especial os atores da Praça Nova Lapa, Vielas, Prefeitura Regional da Lapa.

E o Fashion Revolution Brasil preparou programação bem bacana, entre 14h e 21h, para a Virada Sustentável. Todas as atividades são gratuitas. E acontecem dia 26 de agosto no auditório do Unibes Cultural, localizado na Rua Oscar Freire, número 2500, Sumaré. As vagas são limitadas e não tem inscrição prévia, portanto, é preciso chegar cedo porque a entrada está sujeita a lotação.

a-agenda-da-moda-na-virada-sustentavel-de-sao-paulo

Equipe Fashion Revolution Brasil: Da esq. para a dir. em pé Fernanda Simon, Eloisa Artuso, Marina de Luca, sentadas, Ana Sudano e Mariana Lombardo – Foto: Fashion Revolution

14h – Roda de conversa: Igualdade, Trabalho, Mulher e Moda. Com mediação de Eloisa Artuso, coordenadora educacional do Fashion Revolution Brasil, a conversa aproveita para repercutir o Dia Internacional da Igualdade da Mulher – celebrado dia 26 de agosto – e a representatividade do trabalho feminino na indústria da moda. O papo é sobre ética, igualdade e valorização da mulher nesta que está entre as indústrias que mais emprega no Brasil. Os nomes dos convidados ainda não foram divulgados.

16h – Diálogo aberto com a equipe Fashion Revolution Brasil. Com mediação de Fernanda Simon, coordenadora do movimento no Brasil, o bate-papo é uma oportunidade para quem quer conhecer melhor o movimento – que nasceu em 2015, em Londres, mas hoje está presente em mais de 90 países. O encontro é para falar a respeito da estruturação da equipe nacional, seu funcionamento e falar do planejamento dos próximos passos.

18h – Exibição do documentário The True Cost (Legendado). Lançado em 2015, o longa de Andrew Morgan apresenta “O Verdadeiro Custo” da indústria do vestuário. Com 92 minutos de duração, o filme dá detalhes da cadeia produtiva de grandes marcas e redes fast fashions. O objetivo da obra é alertar e provocar o questionamento de toda a indústria da moda, que envolve, entre outros, produtores de algodão, donos de fábricas têxteis, trabalhadores que ganham US$ 2 dólares por dia – o que equivale a menos de R$ 10 diários.

20h – Dinâmica interativa – Soluções sustentáveis para a moda. Com mediação de Ana Sudano e Marina de Luca, após a exibição do documentário The True Cost, a equipe Fashion Revolution Brasil convida para uma discussão e co-criação de estratégias de ações positivas para mudar o cenário baseadas em alguns pontos levantados no filme. A atividade será acompanhada por profissionais estimulando o trabalho em equipe e uma visão sobre o futuro da moda.

Dia 27 de Agosto – Domingo

Entre 10h e 18h, mas meninas do Trocaí, em parceria com o aplicativo Casa247, promovem uma feira de trocas no Parque Ibirapuera, Zona Sul de São Paulo, durante a Virada Sustentável. Você pode levar até sete itens e cada um dá direito a um vale troca. São esperadas  roupas, calçados, livros e objetos, desde que tudo em bom estado. 

E que tal aproveitar para participar de um workshop de conserto de calçados? É o que propõe a marca Rabble Shoes. Entre 11h45 e 15h, Monique Ribeiro, designer criadora da marca e do movimento Sapateirar realiza a oficina para inscritos também no Parque do Ibirapuera. Você vai aprender na prática a consertar calçados, prontos para o uso, os sapatos serão doados. O curso tem como objetivo conscientizar os participantes sobre os impactos ambientais, sociais e fisiológicos da produção dos calçados, as etapas dessa criação e produção, e tem o intuito de aproximar os inscritos dos materiais utilizados nesses processos. São 15 vagas. E a seleção é por ondem de chegada. Informações: rabbleshoes@gmail.com

E para encerrar nossa lista, a sugestão é o longa da Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental “É hora de decidir”. A exibição do filme acontece entre 19h e 20h30, no Parque Mario Covas, Avenida Paulista 1853. Em meados deste século nossa sociedade irá desencadear um processo de mudanças climáticas irreversível e fora de nosso controle. O que fazer a partir dessa informação? O filme de Charles Ferguson (EUA, 2016) aborda desafios e soluções mundiais em relação às mudanças climáticas, possibilitando ao público compreender não somente o que estamos fazendo de errado, mas também o que pode ser feito para acabar com essa ameaça global.

 

*Com informações do site da Virada Sustentável. Programação completa aqui!

____

Curtiu este conteúdo? Quer ver mais? Siga o Moda Sem Crise no Facebook. Basta clicar no link cor de rosa, curtir a fanpage, seguir, interagir, e pronto, você  ficará por dentro de todas as novidades e publicações. Te esperamos!




Comente pelo Facebook

Ou comente por aqui:

• Instagram •

Follow @modasemcrise

Moda Sem Crise • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Logotipo por Marina Takeda • Desenvolvido por Responsivo por

Newsletter

Receba no seu e-mail as atualizações do Moda Sem Crise! É só assinar aqui: